Maioria das denúncias em Piracicaba contra menores é de violência sexual

Camila Ancona do G1 Piracicaba e Região.


 

 

A violência sexual é a maioria das denúncias contra crianças e adolescentes em Piracicaba (SP), segundo dados da organização não governamental (ONG) Crami (Centro Regional de Registros e Atenção aos Maus Tratos na Infância). O levantamento refere-se aos anos de 2010 e 2011, quando a entidade recebia encaminhamentos do Judiciário, por meio do Conselho Tutelar. Entre um ano e outro houve queda no número de registros e isso ocorre, segundo a organização, devido ao medo de denunciar o agressor.

 

"O medo é de que a denúncia não seja sigilosa. Falta informação para as pessoas, já que isso não é uma verdade", afirmou Hilma Ganzella, assistente social da instituição. O número de violência sexual e de negligências psicológica e física cometidas contra crianças e adolescentes no município caiu nos últimos dois anos, passando de 136 casos novos registrados em 2010, contra 74 no ano passado, segundo informações da assessoria de imprensa do Crami.

Dos 74 casos registrados no ano passado, 44 foram de violência sexual e 30 de neglicências psicológicas ou físicas cometidas por adultos. No ano anterior foram 90 e 46 registros, respectivamente. Ainda segundo a assessoria, a partir de 2012 a Justiça passou a encaminhar as vítimas para atendimento junto ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), ligado à Prefeitura de Piracicaba.

 

Atendimento comunitário


Para divulgar o trabalho e atuar na prevenção destes tipos de violências, o Crami passou a atuar neste ano com ações preventivas em comunidades da cidade. "São realizadas oficinas temáticas com a participação dos pais ou responsáveis e com profissionais das diversas áreas de atuação. Devido à complexidade do fenômeno da violência doméstica, o trabalho do Crami requer articulação com a rede de proteção e Sistema de Garantia de Direitos”, afirmou Hilma.

As oficinas temáticas são realizadas diariamente em diversos bairros de Piracicaba onde são abordados temas sob a orientação e coordenação da equipe muldisciplinar do Crami. A ONG é uma entidade sem fins lucrativos.


 

 

ONG aponta que o crime é maior do que negligências física e psicológica. Entre 2010 e 2011 houve queda no registro de casos novos no município.


Comentários sobre Maioria das denúncias em Piracicaba contra menores é de violência sexual

É preciso estar logado para comentar


Fazer Login



Outras Notícias

Rua Floriano Peixoto, 1063 - Centro Piracicaba/SP | CEP: 13419-140
2012 - Todos os direitos reservados. Centro Regional de Registros e Atenção aos Maus Tratos na Infância/Piracicaba.