Como e por que ocorre o abuso sexual?

Texto de Lauro Monteiro


O abuso sexual é freqüente e ocorre em todas as classes sociais e estratos econômicos, em todos os países do mundo, bem como as outras formas de maus-tratos, o físico, o psicológico e a negligência.

O abusador sexual, ou seja, aquele que se utiliza de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual, é, antes de tudo, um doente.

À sociedade, porém, aparenta frequentemente ser um indivíduo normal.

O abuso sexual intrafamiliar inicia-se geralmente muito cedo, quando a criança tem cerca de cinco anos, e é um ato progressivo, um misto de carinho e afagos, com ameaças - não conte nada à mamãe, você é a filha de que mais gosto, você é minha preferida, ou, não conte para ninguém, é um segredo nosso, ou, ainda, se falar para sua mãe, ela vai te castigar e botar você na rua.

Com medo e remorso, mas também com prazer, a criança vai aceitando a relação com o pai agressor. Sim, porque na maioria das vezes, o abuso sexual é praticado pelo pai biológico, contra a filha - e às vezes contra o filho. É uma situação patológica de toda a família.

Progressiva, pode chegar, na adolescência, à penetração vaginal e à gravidez.

Raramente é acompanhada de violência física, ou deixa marcas evidentes. Contudo, as conseqüências para a vida social e sexual da criança serão sérias.

O abuso sexual intrafamiliar é diferente da exploração sexual de crianças e adolescentes, situação em que o comércio está envolvido.

E é sempre um ato de criminosos contra crianças ou adolescentes, que não têm outra opção.

Frequentemente o abusador sexual de crianças e adolescentes é um pedófilo.

A pedofilia é um distúrbio do desenvolvimento psicológico e sexual, que leva indivíduos, aparentemente normais, a buscarem de forma compulsiva e obsessiva o prazer sexual com crianças e adolescentes.

As consequências do abuso sexual para crianças e adolescentes são graves, às vezes com repercussões para toda a vida.

O pedófilo deve portanto ser excluído do convívio social, enquanto é submetido a tratamento.

As vítimas devem ser apoiadas pela família e por profissionais especializados.

O primeiro passo para combater o abuso sexual é a sociedade ser informada sobre a sua frequência, crianças serem precocemente informadas sobre seu próprio corpo e se o abuso sexual ocorrer, nosso conselho para os pais é:
"acredite no que lhe diz seu filho, por mais absurdo que lhe pareça".

A auto-estima preservada e confiança nos pais, podem impedir a maioria das situações de abuso sexual.

 



Comentários sobre Como e por que ocorre o abuso sexual?

É preciso estar logado para comentar


Fazer Login



Outras Notícias

Rua Floriano Peixoto, 1063 - Centro Piracicaba/SP | CEP: 13419-140
2012 - Todos os direitos reservados. Centro Regional de Registros e Atenção aos Maus Tratos na Infância/Piracicaba.